2 de dez de 2010

Peréio, Eu Te Odeio!


O ator Paulo Cesar Peréio foi um dos maiores nomes do cinema brasileiro, que alcançou seu auge na carreira nas décadas de 70 e 80, protagonizando diversos filmes do Cinema Novo, do Cinema Marginal e, principalmente, pornochanchadas, em um dos momentos mais prósperos da indústria cinematográfica nacional, sendo dirigido por grandes nomes como Arnaldo Jabor, Hector Babenco e Glauber Rocha.

Seus personagens, no entanto, jamais foram tão interessantes quanto o próprio Peréio, um Bukowski brasileiro, mal-educado, de espírito anárquico e acidamente irônico. Colecionando desafetos por toda sua vida, atualmente por iniciar uma campanha para a demolição do Cristo Redentor, Pereio tornou-se cultuado por uns e odiado por outros.

Partindo desta premissa, o cartunista Allan Sieber, criador de diversas tiras, como a ótima Vida de Estagiário, criou o documentário Peréio, Eu Te Odeio!, com depoimentos de familiares, desafetos, amigos, ex-esposas, mostrando o porque de tanto ódio contra o velho bêbado que, cigarro na mão, diz: "O fracasso não me subiu à cabeça."

Um comentário:

Anônimo disse...

Peréio, eu te odeiooooo, velho safado, hahaha