7 de fev de 2011

A bienal de arte livre é na rua!

Observe a cidade
Ela está por toda parte
Dentro de cada um
Em cada face uma verdade


Quanto tempo se perde
E quantos se perdem no tempo
Tem flor nascendo no asfalto
Gente dormindo ao relento


Foi onde eu vi nascer
No belo beco de belezas
Raízes de tinta
Que fazem a fotossíntese pra quem vê
Misturar cidade e natureza


Nasce! Deixa nascer a vida em tinta
Espermatozóides cogumelos
Guiados pela luz


Teu mundo em nossas visões, pinta!
Em cores fazendo duelos
No olhar da mãe estrangeira que seduz


Sem moderação
Na rua, às ruas, dominação
Nossa tela de muros
Palco de asfalto
Visões de um só coração

É sem dono, é de ninguém
É de quem?
É minha, é sua
A bienal de arte livre é na rua!



OBSERVE e faça parte
na rua somos livres
livremos a ARTE!


Fotos: Yuri Kiddo

3 comentários:

José Gabriel Navarro disse...

Belo. Te admiro muito, cara.

MaJu disse...

Muito bom camaradin!!!

Anônimo disse...

"A gente precisa VER a cidade..."