5 de abr de 2010

Suicide Silence e Buried Yesterday - Inferno 04/04/10

Domingo de Páscoa, enquanto alguns se entupiam de chocolate e outros iam pra igreja, uma horda sedenta por violência e brutalidade se dirigia ao Inferno. No caso o Inferno Club, na rua Augusta, que receberia os americanos do Suicide Silence.

Na fila, diversidade reinando, desde o cada vez mais comum desfile de franjas (desta vez destruídas pela chuva), gente ouvindo Lady Gaga no celular, metaleiros malvados, straight-edges, carecas... todos esperando ansiosamente a abertura da casa.

Chegando lá, encontrei meus amigos Debão e Lucas e após um atraso de uma hora, entramos na casa.
Chegando lá, encontrei meus amigos Debão e Lucas e após um atraso de uma hora, entramos na casa.

O primeiro show, da banda nacional Buried Yesterday, já dava uma amostra do quão brutal seria a noite. Uma enorme roda se formava desde a primeira música. O som dos caras é bom, bastante redondo e pesado, mas a banda deixou a desejar no quesito presença de palco, ficando bastante parados durante a apresentação. Mesmo assim, não foi o suficiente para desanimar o público, que até mesmo exagerava na roda. Socos no peito, voadoras, chutes na cara e uma brutalidade geral não perdoava nem mesmo as meninas que se arriscavam a entrar, chegando ao ponto de uma garota desmaiar, após um chute no queixo. Gente querendo aparecer quase estraga a festa, achando que uma roda é algo individual. Na última música, porém, as meninas fizeram a alegria dos marmanjos com uma roda exclusivamente feminina. Terminando seu show com o público na mão, o Buried Yesterday com certeza conseguiu passar seu recado.

O calor dentro do Inferno massacrava o público e as pessoas que ainda estavam para fora entraram, lotando o local, que teve os ingressos esgotados (até rolou um show extra marcado em cima da hora no sábado, mas que não foi muito cheio e empolgante, pelo que pude ler). Após a montagem de palco e um breve teste de som, sobe ao palco a hypada banda de deathcore, abrindo o show com Wake Up

O set list abrangeu os dois cds do grupo, sendo composto de músicas do primeiro cd, The Cleansing, como Unanswered, The Price of Beauty e No Pity for a Coward e outras do último, No Time to Bleed, como Wake Up, Lifted e Disengage.

O som estava perfeito, o vocalista Mitch Lucker cantava tão igual ao cd que até mesmo parecia playback, a banda não errava uma nota e a presença de palco de cada um era algo impressionante, os caras não paravam no palco e, fora dele, violência, violência e mais violência. Stage dives, head walks, circle pits, wall of death, rolou de tudo e mais um pouco e a galera fez um show a parte.
As músicas do primeiro cd foram mais bem recebidas que as novas e, ao fim do show, a banda tocou um cover de Engine No. 9, do Deftones, disponível no EP Green Monster, fechando a noite com chave de ouro...

Ou não! Algum tempo depois do show, algumas meninas que estavam no público foram convidadas para uma "festinha" pós-show, das quais oito garotas foram levadas para o hotel. Prefiro não comentar sobre isso, já que a apresentação em si foi algo irretocável, mas quem quiser deixar sua opinião sobre isto, sinta-se a vontade.

Fotos por Victor Nomoto

10 comentários:

lucas disse...

a melhor pascoa da minha vida sem duvidas *_*

Thiago disse...

opa, show ;)

xBRUNOx ARCANJO disse...

*-*

Mickeey disse...

tudo verdade msm mitch e montro no vocal sem palavras

™ regis disse...

s/c manolos *-*
banda toda, vc n ve bandas como suicide hj dexa a galera subi no palco, eles são exemplos q fama n sobe p/ cabeça ñ ;D

f elipexiz disse...

ashduahdshudsa

logo mais videos e fotos nas comunidades CAIU NA NET

@pikathu | Erin disse...

Mitch é um comedor de menininhas, fi.

Se fosse famoso e tatuado igual ele, como as mina desse rolê paga um pal, também faria, sepá, HAHA

Mas é isso aê.
Mitch é o rei no palco, mano. Simpatia pura.

cassio disse...

a velha historia dos gringos que vem pro brazil e querem sexo e caipirinha.

chris. disse...

hahahahaha..... essas minas são fodas....
é isso aew Brasil....

Mickeey disse...

CNN PRA ELAS LOGO MAIS

mais se acha os cara tem q ter um sexo brasileiro ne ta certo ate eu levaria varias minas tbm