8 de out de 2010

Cannibal Clown - Freak Hits

"Can't you see that I'm a motherfuckin' serial killer?"


"Bem-vindo ao mundo do teatro absurdo onde malabarismos vocais se confundem com acrobacias musicais em um picadeiro tétrico. Esqueça todos os seus prévios conceitos musicais estabelecidos e se atenha a coesão, pois aqui isso é importante. Bem-vindo ao mundo de Cannibal Cown"

Cannibal Clown surge em 1992, diretamente da cidade de Vila Velha - Espírito Santo, celeiro de notáveis bandas de hardcore como Mukeka di Rato, Dead Fish, Merda entre outras, com uma proposta de mesclar um rock carrancudo com uma alegoria circense freak.

A banda que conta com cinco integrantes de pseudônimos estranhos, é fortemente influenciada pela extravagância de Marlyn Mason e o visual bizarro de filmes de terror dos anos 80, como o palhaço Pennywise, por exemplo. O som segue uma linha experimental com riffs crus de Mr. Sade, distorções do baixo de Revson, batidas secas da bateria de Lursh, assim como o teclado rítmico Majnun Al Jabaar que ressalta o tom freak junto à voz melancólica e raivosa de Fonzo.

Desde a década de 90 o grupo vem lançado diversos materiais na internet, pois a banda acredita que o CD está morto, a maioria são demos e músicas soltas.

O CD intitulado Freak Hits surgiu no começo da década de 2000 e é possivelmente o registro mais importante dos caras, pois duas das músicas desse álbum fizeram parte de uma coletânea de bandas de Vila Velha chamada Underground Survive, que também conta com Dead Fish e Gritos. Destaque para a melancólica Slow, Pulmão, única música cantada em português e Insane, que para mim, é a melhor do CD, pois é uma música pessimista que termina com um grito desesperador.















01 - Call Me
02 - Insane
03 - Television
04 - Hurt
05 - Be Yourself
06 - Slow
07 - Spoil
08 - Closer
09 - What Have I Done
10 - Just Time
11 - Puppets
12 - Bug
13 - Thirteen
14 - Pulmão
15 - Clownie




Baixe no Trama Virtual

Um comentário: